Cidade Empreendedora: Prefeitura de Porto Murtinho e Sebrae/MS formalizam contratação do programa


Nesta última segunda-feira (17), a Prefeitura Municipal de Porto Murtinho e o Sebrae/MS assinaram contrato para a execução do programa Cidade Empreendedora no município. Com protocolos de biossegurança, como o uso obrigatório de máscaras e distanciamento social, a solenidade foi realizada no Restaurante Vicari, em Porto Murtinho. 

O Programa Cidade Empreendedora, em parceria com a prefeitura, visa promover a transformação da economia e impulsionar o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios. Como Porto Murtinho é considerado um município  de grande relevância em Mato Grosso do Sul, principalmente, por fazer fronteira com o Paraguai e integrar a Rota Bioceânica, a iniciativa vem como ferramenta para ajudar a cidade a se estruturar e conseguir atender as novas demandas que irão surgir a partir do funcionamento do corredor rodoviário. A rota vai ligar os oceanos Atlântico e Pacífico e permitir o escoamento da produção para o mercado asiático com competividade e menor tempo. 

 

Para fortalecer o comércio local, uma das linhas de atuação do Cidade Empreendedora é direcionada para auxiliar e propor soluções ao pequeno empresário que, em Porto Murtinho, representam 83% da densidade empresarial, de acordo com dados da Receita Federal do último ano. Já a outra vertente do programa atua diretamente no âmbito das políticas públicas com a proposta de desburocratizar processos e melhorar o ambiente de negócios.

 

Segundo o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS e titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, as duas estratégias juntas vão possibilitar o desenvolvimento local. "O foco principal do programa é o nosso pequeno empresário, são as compras públicas, a desburocratização, a melhoria do ambiente de negócios, gerando o desenvolvimento econômico da cidade. Assim, o Sebrae cumpre a sua missão. Ajuda a fomentar a capacidade empreendedora do município por meio do fortalecimento do pequeno empresário, além de ajudar o poder público, como instrumento de desenvolvimento econômico", ressaltou Jaime Verruck.