Para conectar pequenos negócios a grandes empresas, Sebrae realiza mapeamento em Porto Murtinho


Município integrante do programa Cidade Empreendedora recebe nova iniciativa realizada pelo Propeq Dinamiza para identificar cadeias produtivas

 

A partir desta terça-feira (3), até o dia 6 de maio, uma equipe do Sebrae/MS estará em Porto Murtinho com a proposta de mapear os pequenos negócios do município capazes de fornecer produtos e prestar serviços para grandes empresas. Após este período, os dados serão analisados e organizados, pelos agentes, que também levantarão informações a respeito das demandas tecnológicas locais. O intuito é identificar o potencial dos empreendimentos e promover um ecossistema local de inovação.

 

Porto Murtinho é atendida pelo Sebrae/MS desde o ano passado por meio do programa Cidade Empreendedora, executado em conjunto com a Prefeitura Municipal para a promoção do desenvolvimento local. Agora, esse novo trabalho é desenvolvido por meio de outra iniciativa da instituição: o programa Propeq Dinamiza – uma parceria com o Governo do Estado que possui o objetivo de acelerar a criação de um ambiente favorável para a geração de negócios, mediante a articulação de cadeias produtivas em Mato Grosso do Sul.

 

Mapear as pequenas empresas no município é um passo para a criação de um Mapa de Oportunidades voltado para o município. “Esse documento irá trazer quais são possibilidades de fornecimento para as grandes empresas presentes no município, por exemplo, se a empresa âncora precisa adquirir equipamentos de solda, identificamos quais negócios seriam capazes de atendê-la. Além disso, também verificamos quais são os produtos e serviços que as grandes empresas precisam, mas não estão disponíveis no município, ou seja, o mapa mostra as oportunidades para que os investidores possam apostar em novos negócios que possuem mercado garantido”, esclareceu o analista-técnico do Sebrae/MS, Hugo Bittar.

 

Construção do Mapa de Oportunidades

 

O desenvolvimento do Mapa de Oportunidades começou em março deste ano, quando formou-se um Grupo de Trabalho composto por grandes empresas presentes na região como ETM Vicari e FV Cereais, empresas de grande porte instaladas no município que atuam nas áreas de exportação, armazenamento e transporte de grãos. O GT inclui, ainda, a participação da Prefeitura de Porto Murtinho com a proposta possibilitar que as empresas locais forneçam para os grandes negócios.

 

“Por meio desse grupo, levantamos as demandas das empresas âncoras e as exigências delas para que um pequeno negócio possa se tornar fornecedor”, esclareceu Hugo.

 

Além da confecção do Mapa de Oportunidades, que estará disponível até o fim de maio ao município, o Sebrae irá estudar as demandas apresentadas pelas empresas âncoras, para incorporá-las em capacitações voltadas aos pequenos negócios, qualificando-os para atenderem às necessidades elencadas.

Fonte: assessoria de comunicação